Vinhos 19/09/2014 12:09

MAISON JOSEPH DROUHIN - A EXCELÊNCIA NA BORGONHA

O endereço já é digno de nota: 7, rue D'Enfer (Rua do Inferno), Beaune.
Conhecido como um dos grandes vinhos da Borgonha, França. A Maison Joseph Drouhin, com mais de um século de existência, encanta pela qualidade de seus vinhos e por sua história.



  • Acompanhados pelo Sr. Christophe Thomas, gerente geral de exportação da Maison, visitamos as instalações.
    A sala com a prensa de uvas, datada de 1570, até hoje é utilizada para prensar as uvas dos vinhos Premier Cru.
    As adegas subterrâneas, são um verdadeiro labirinto, construídas no séc. XI, até hoje guardam as barricas da Maison.
    Finalmente a degustação de 8 vinhos:

    Os Brancos, elaborados sempre uvas Chardonnay:
    Saint-Véran 2011
    Chablis Premier Cru - Vaillons 2012
    Mersault 2011
    Puligny Montrachet - Premier Cru - Folatières 2011

    Os Tintos, sempre elaborados sempre uvas Pinot Noir:
    Clos de Mouches 2011
    Côte de Beaune 2012
    Chamboll-Musigny - Premier Cru - 2011
    Nuits-Saint-Georges 2010

    Os vinhos da MAISON JOSEPH DROUHIN são importados com exclusividade pela Mistral Importadora.

Curiosidades históricas da Joseph Drouhin:

Quando da invasão alemã na França, no início da 2.a Guerra Mundial quem comandava a vinícola Drouhin era Maurice Drouhin: herói francês da 1.a Guerra, muito respeitado na comunidade de Beaune, um dos patronos do Hotel Dieu (hospital e asilo para os pobres da cidade). Este brilhante homem fez parte da Resistência Francesa durante a ocupação nazista.
Muitos produtores de vinho da época, emparedaram parte de sua adega para não serem saqueados, Maurice fez o mesmo. Hoje quando se visita a adega Drouhin ainda há marcas na parede da antiga construção.
Num determinado momento da guerra, os alemães queriam prendê-lo, pois descobriram sua ligação com a Resistência. Maurice sai de casa e se esconde na adega, anda pelos labirintos dela, abre uma porta e ironicamente sai na Rue Paradis (rua Paraíso), endereço tranversal ao seu, rue D'Enfer. Ele acaba ficando escondido no Hotel Dieu até o final da guerra.



Joseph Drouhin

  • Prensa

    Desde 1570 em funcionamento, hoje utilizada para os grandes vinhos da Joseph Drouhin.

    Próximo
  • Degustação de vinhos

    A difícil arte de desprezar, ou cuspir uma parte dos vinhos para não se embebedar.

    Próximo
  • História

    Parede ao fundo da adega foi construída na época dos romanos.

    Próximo
  • História

    Marca mais clara na parede, onde se construiu outra para esconder os vinhos, na época da guerra.

    Próximo
  • San Vincent

    Santo padroeiro dos vinhateiros da Borgonha.

    Próximo
  • Painel

    Painel em madeira entalhada, mostrando a topografia da região onde se planta os vinhedos.

    Próximo
  • Vinhos

    Vinhos degustados na adega Joseph Drouhin.

    Próximo
  • Porta do Paraíso

    Porta usada por Maurice Drouhin quando da fuga dos nazistas.

    Próximo
  • Prensa
  • Degustação de vinhos
  • História
  • História
  • San Vincent
  • Painel
  • Vinhos
  • Porta do Paraíso

comentários

Seja o primeiro, comente!

comentários

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados com (*)