Mercados no mundo 25/07/2016 12:07

MERCADO DE BUDAPESTE

Budapeste é uma cidade incrível. Foram 125 anos de domínio Otomano e por quase 90 anos foi parte do Império Austro-Húngaro. Sofre a dominação nazista no período da 2.a Guerra e logo depois é anexada ao controle da União Soviética.
É em 1989 que a Hungria adquire autonomia e começa a construção propriamente dita da identidade nacional, sem submissões e a escolha de sua forma de governo.



  • O período considerado a 'Era de Ouro' da Hungria acontece no Império Austro Húngaro, séc. XIX.
    São as construções mais suntuosas e a entrada no mundo das cidades e suas facilidades.
    O Mercado Central é parte desta 'Era de Ouro'. Datado de 1897, foi construído por Eiffel, ícone de modernidade da época.
    Durante a 2.a Guerra sofre bombardeios graves, a ponto de ser declarado em ruína total, os trabalhos de restauração duraram 3 anos, mas atualmente é um dos edifícios mais emblemáticos de Budapeste.
    Situado no lado Peste, na praça Fővám tér 1-3. Esta aberto de ter/sex 6h-18h e segundas até as 17h.
    No primeiro andar encontramos tudo o que se relaciona com a cozinha, tais como verduras, peixes, milhares de especiarias, embutidos, carnes, frutas, queijos, patisserie húngara,vinhos… Enquanto no segundo andar estão as restantes coisas, como produtos artesanais, têxteis, bordados, lojas de souvenirs, assim como cafeterias e bancas de comida, onde poderemos degustar autênticas maravilhas da cozinha húngara, como por exemplo seu famoso Goulash. Não perca a oportunida de visita-lo!
    Frequentado tanto por moradores locais, assim como turistas o que encanta, inicialmente, é a limpeza impecável.
    Os produtos são em sua maiorias parte da gastronomia húngara, desde Foie Gras à Páprika (em pasta, em pó ou mesmo o pimentão fresco ou seco). 



Mercado de Budapeste

  • Páprica processada:

    Diferentes tipos: em pó, em pasta, defumada, doce, picante e até molhos com páprica.

    Próximo
  • Páprica fresca:

    Verde ou vermelha, parece um pimentão mais magro.

    Próximo
  • Páprica seca vermelha

    Para acrescentar aos molhos.

    Próximo
  • Vinho Húngaro

    Tokay: vinho doce para acompanhar doces ou foie gras. É o vinho mais famoso da Hungria.

    Próximo
  • Charcutaria:

    Linguiças variadas, a carne de porco é bastante consumida no leste europeu.

    Próximo
  • Foie Gras

    Muito usado na Hungria e de excelente qualidade, sabor mais delicado que o francês.

    Próximo
  • Beterraba Branca:

    Consumida como alimento e a responsável pelo açúcar de beterraba na Europa.

    Próximo
  • Cenouras:

    Cor de cenoura e branca, esta nunca tínhamos visto.

    Próximo
  • Apfelstrudel:

    Clássico da doçaria húngara, pode ser de maçã ou outros sabores como ameixa e cereja, o nosso preferido.

    Próximo
  • Açougue:

    Carne de vaca, aves e carne de porco é o mais comum. Por ser centro da Europa não há muito consumo de peixe.

    Próximo
  • Legumes típicos

    É comum o uso de tomate e pepino nas saladas, influência otomana. Mas também está sempre presente a batata.

    Próximo
  • Páprica processada:
  • Páprica fresca:
  • Páprica seca vermelha
  • Vinho Húngaro
  • Charcutaria:
  • Foie Gras
  • Beterraba Branca:
  • Cenouras:
  • Apfelstrudel:
  • Açougue:
  • Legumes típicos

comentários

Seja o primeiro, comente!

comentários

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados com (*)